15 junho 2011

Introdução parte 2. (Guia para Fairy Kei)

     

Vamos então para a parte mais detalhada do estilo. Se você ja faz parte do mundo lolita(ou de outro estilo), provavelmente você pode comparar essa experiência ao estudo de outros estilos de moda urbana japonesa. Computador nas mãos e um monte de perguntas em mente: que tipo de tecido é predominante? Quais peças são mais usadas? Quantas camadas? Quais são as cores mais usadas? Essencialmente, quais são as"regras"?    
 A moda Lolita é muito estruturada e apesar de ser muito apaixonante e adoravel, às vezes pode parecer mais complicado que uma equação matemática. Tem regras para meias, saias e tudo ja tem um padrão. Mas, com exerção da  moda lolita,  a maioria dos estilos de moda de rua japonesa não são estruturados. São algumas pessoas com uma idéia ou um conceito comum (neste caso a Tabuchi, fundadora da SPANK!), que acaba evoluindo para um olhar, e, em seguida,uma sequência. Portanto, um guia do que é certo e errado em fairy kei não é tão facil assim de fazer, essas são só algumas observações feitas por mim ( e pela autora do lolita charm).



Fonte: Lolita Charm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
lalala...
//cortininha de cima