11 outubro 2010

Soltando meu balão preferido

 
Eu tinha um balão, ele não era o mais lindo, muito menos o mais especial do mundo , mas para mim , ele era o balão mais perfeito que existia, tudo que eu mais queria e precisava estava naquele balão. Eu me apeguei tanto a ele e sempre fiz tudo que pude para cuidar, sempre fiz de tudo para que nada o afetasse de mim, me joguei na frente de tantos males que poderiam afeta-lo, segurava com força para que ele  não fosse para onde o vento o levasse de mim. Mas hoje eu decidir que tenho que soltar esse balão, por que na verdade ele nunca quis ficar perto de mim(ao não ser nos momentos que eu poderia protege-lo de algo). Deixo esse balão livre pra tantas outras pessoas que assim como eu admiram demais esse balão. Agora vou apenas observa-lo de longe , mas nunca poderei deixar de admira-lo. Nossa! como vai ser difícil soltar esse balão , balão que na verdade nunca foi meu , pelo menos não do ponto de vista dele .  Como vai ser difícil lembrar das tardes que passei no parque passeando , feliz , porque tinha comigo o meu balão e saber que nunca mais terei esse balão , nem mesmo poderei fingir que esse balão é meu. Como vai ser difícil depois de ter me acostumado a sempre estar junto desse balão , pra que eu vou olhar agora nas horas que eu tiver mais nada que me agrade na minha vida? com o que eu vou me importar , já que eu não tinha mais nada além do balão na minha vida? Para o que eu vou guardar espaço, como eu sempre costumava deixar um espaço reservado pro meu balão?E  o que será minha alegria agora que não tenho mais o balão? Agora , eu vou tentar ser orgulhosa e tentar esquecer de todos os momentos que passei com esse balão, e fingir que esse balão nunca me emportou!

Um comentário:

  1. não dá p/ fingir q o balão nunca foi importante... Deixei o meu balão voar tbm... Mas ele já voou longe, realmente não vai voltar...
    ^^

    ResponderExcluir

 
lalala...
//cortininha de cima